Blog Do Mateus Dias - Notícias, Fotos em Tempo Real

Menu

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Prefeitura inicia mudanças e restrições no trânsito para Jogos Rio 2016

A prefeitura do Rio de Janeiro começou a implantar nesta segunda-feira (18) restrições e alterações em vias da cidade, com o objetivo de melhorar o trânsito durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e facilitar o deslocamento de delegações. A circulação para caminhões, por exemplo, ficou mais restrita em vias como a Avenida Brasil.
Os caminhões estão proibidos de circular das 6h às 10h e das 17h às 21h, nos dias úteis, na Avenida Brasil, entre Realengo e a Avenida Francisco Bicalho. Também há restrição da circulação de caminhões em várias ruas do centro e das zonas sul, norte e oeste.
No centro e zona sul, a circulação nessas ruas determinadas está proibida nos dias úteis das 6h às 21h, e aos sábados, das 6h às 14h. Nas zonas norte e oeste, a proibição vai das 6h às 11h e das 17h às 21h nos dias úteis e das 6h às 14h, nos sábados.
No Maracanã, equipes fazem simulação de segurança para abertura dos Jogos Olímpicos. Foto: ABr e Divulgação/Governo do Rio/Paulo VitorAs restrições nessas vias já existem, mas a prefeitura ampliou o horário da proibição de circulação em algumas dessas áreas. A multa é de R$ 1.500 para quem desrespeitar as restrições.

Sou contra falar em privatização da Petrobras, diz Pedro Parente

O presidente da Petrobras indicado pelo governo interino, Pedro Parente, destacou em entrevista à Folha de S. Paulo que não deve haver "dogmas" em relação à venda de ativos da estatal e que estuda o controle compartilhado de algumas subsidiárias com o setor privado -- como a BR Distribuidora ou a Transpetro. A privatização da estatal de petróleo, contudo, "é dogma".  "Quero deixar claro que eu sou contra falar em privatização da Petrobras", frisou. 
"Não acho que a sociedade brasileira esteja madura para sequer discutir, isto sim é dogma, a privatização da Petrobras", apontou Pedro Parente.
Presidente da Petrobras informou que estatal estuda parcerias com "controle" ou "cocontrole"
Presidente da Petrobras informou que estatal estuda parcerias com "controle" ou "cocontrole"

'FT': artigo sobre corrupção no Brasil vai de Visconde de Mauá a Marcelo Odebrecht

Jornal britânico ironiza políticos e empresários, intitulados "brazilionários"


Matéria publicada nesta segunda-feira (18) no Financial Times, inicia lembrando um vídeo postado no YouTube por um grupo de comediantes chamado Porta dos Fundos ha três anos atrás, onde Dilma Rousseff reunia parlamentares em seu gabinete para uma reunião de emergência e anunciava: "Nós vamos ter que roubar menos". "Isso não é justo", protestou um ministro. 
O jornal britânico destaca que alguns dias antes, dois milhões de brasileiros protestaram nas ruas em protesto contra as quantias monumentais gastas na Copa do Mundo e estádios olímpicos ao invés de serviços públicos.
Artigo ironiza corrupção do Brasil e encerra com frase do cantor e compositor mundialmente conhecido e já falecido Tom Jobim: "O Brasil não é para principiantes"
Artigo ironiza corrupção do Brasil e encerra com frase do cantor e compositor mundialmente conhecido e já falecido Tom Jobim: "O Brasil não é para principiantes"

Marcelo Odebrecht desiste de pedido de liberdade para não prejudicar sua delação

O empresário Marcelo Odebrecht, que está preso há mais de um ano em Curitiba, teria sido convencido por procuradores da Operação Lava Jato a desistir de um pedido de liberdade impetrado por seu advogado no último dia 5. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, foram dadas duas alternativas ao empresário: ou retirava o pedido de liberdade, ou estavam encerradas as tratativas para o acordo de delação premiada que ele negocia com procuradores desde março. Ele teria então decidido desistir do pedido de liberdade. 
A reportagem indica que o advogado do executivo, Nabor Bulhões, encaminhou ao juiz Sergio Moro um pedido afirmando que deixava de pedir a liberdade de Marcelo "por motivo que se encontra em sigilo judicial".
Marcelo Odebrecht
Marcelo Odebrecht

Diretor da Fiesp tem a maior dívida de pessoa física com a União: R$ 6,9 bi, diz jornal

O empresário Laodse de Abreu Duarte, um dos diretores da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), é a pessoa física com maior dívida com a União. Laodse deve mais que os governos da Bahia, de Pernambuco e de outros 16 Estados individualmente: R$ 6,9 bilhões. As informações são do Estado de S. Paulo.
De acordo com a reportagem, Laodse inclusive já foi condenado à prisão por crime contra a ordem tributária, mas recorreu. na lista de devedores estão também no topo do ranking dois de seus irmãos: Luiz Lian e Luce Cleo, com dívidas superiores a R$ 6,6 bilhões. O Estadão destaca que no caso desses três irmãos, quase a totalidade do valor atribuído a cada um diz respeito a uma mesma dívida, já que eles eram gestores de um mesmo grupo empresarial familiar que está sendo cobrado pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.
Diretor da Fiesp tem a maior dívida de pessoa física com a União
Diretor da Fiesp tem a maior dívida de pessoa física com a União
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...