Blog Do Mateus Dias - Notícias, Fotos em Tempo Real

Menu

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Snopes, FactCheck e Politifact: os sites que ajudarão o Facebook a detectar notícias falsas

Iniciativa para evitar a divulgação de farsas conta com a participação de agências brasileiras


O Facebook se associou a veículos especializados na confirmação de notícias para evitar a presença de notícias falsas na rede social. O processo seguirá dois passos, como explica a revista Wired: de um lado, os usuários poderão marcar as notícias como falsas para que uma equipe do Facebook revise se estas publicações procedem de veículos reais ou de sites que tentam dar a impressão de sê-lo (por exemplo, bbc.co em vez de bbc.com).
Caso a notícia proceda de um veículo real, mas o conteúdo seja posto em dúvida, o Facebook remeterá a informação a veículos que comprovarão se se trata ou não de uma notícia falsa. Caso pelo menos dois desses veículos duvidem da veracidade da informação, as histórias aparecerão marcadas como “questionadas”. Poderão continuar sendo compartilhadas, mas terão menor presença na página principal de cada usuário.
No momento, a empresa se associou a cinco veículos, todos membros da Poynter’s International Fact Checking Network. São eles Snopes, FactCheck.org e Politifact, além da ABC News e da agência de notícias AP. Não se descarta a incorporação de mais veículos ao projeto, o que além disso permitiria corroborar notícias publicadas em outros idiomas além do inglês. Falamos aqui dos três primeiros, nem tão conhecidos, e da rede Poynter.
Mark Zuckerberg em Barcelona, no passado mês de fevereiro
Mark Zuckerberg em Barcelona, no passado mês de fevereiro 

Marte teve água morna, boa para abrigar vida

Descoberta inédita do elemento boro sobre a superfície indica um passado em que o planeta poderia ter sido úmido e habitável


Aparentemente, Marte foi um planeta com todas as qualidades para abrigar vida, mas depois se deteriorou. O trabalho de robôs como o Curiosity, da NASA, permitiu saber que o planeta já esteve coberto por oceanos. Entretanto, aconteceu alguma coisa que eliminou a atmosfera daquele mundo vermelho, transformando-o em um deserto. Algumas das explicações mais recentes sugerem que Marte, como agora a Terra, tinha um núcleo de ferro que criava um campo magnético capaz de desviar a radiação espacial. Meio bilhão de anos depois do seu nascimento, o planeta perdeu esta magnetosfera, e sua atmosfera ficou a mercê do vento solar.

Na semana passada, a NASA publicou mais informaçõessolicitadas pelo Curiosity. Pela primeira vez, na encosta da cratera Gale explorada pelo aparelho, foram detectados sinais de boro, um elemento que pode ser indício de que houve em Marte água com as condições necessárias para abrigar vida. Patrick Gasda, pesquisador do Laboratório Nacional de Los Álamos, no Novo México (EUA), disse em uma nota divulgada pela agência espacial norte-americana que, se o boro encontrado for similar ao da Terra, “seria sinal de que as águas subterrâneas teriam tido [uma temperatura] de 0 a 60 graus, com um Ph entre neutro e alcalino”.
Foto tirada pelo robô Curiosity em seu avanço rumo ao monte Sharp.
Foto tirada pelo robô Curiosity em seu avanço rumo ao monte Sharp. 

Fifa pune mais uma vez seleção do Chile por homofobia

Seleção chilena terá que pagar R$ 100 mil pelo comportamento de seus torcedores


A Fifa anunciou nessa segunda-feira (19) que a seleção do Chile terá que pagar uma multa e ficará fora do jogos oficiais por causa dos insultos de caráter homofóbicos lançados por sua torcida. Esta não é a primeira vez que o time é punido. A informação é da Rádio França Internacional.
A seleção chilena terá que pagar CHF 30 mil (cerca de R$ 100 mil) como sanção pelo comportamento de seus torcedores durante o jogo de 15 de novembro contra o Uruguai. Na partida, a torcida entoou várias canções homofóbicas.
Além do Chile, a Fifa decidiu punir outras federações por incitação à homofobia. Argentina, Colômbia, Panamá, Honduras e México estão na lista da federação, além da Romênia do lado europeu.
No caso da equipe chilena, esta é a oitava punição pelo mesmo motivo. Desta vez, além da multa, o time, cuja torcida já é chamada pela imprensa local de “a mais homofóbica do mundo”, ficará fora dos jogos oficiais contra o Paraguai e Equador, que estavam previstos para agosto e outubro de 2017, respectivamente, no Estádio Nacional de Santiago.
O comportamento dos torcedores chilenos tem gerado muitas reclamações. Em setembro, até o presidente da Bolívia, Evo Morales, reclamou no Twitter, e depois em carta enviada à Fifa, da “conduta imprópria” dos torcedores da “Roja” durante um jogo em Santiago contra a seleção do país vizinho.
Associações locais, como o Movimento de Integração e Liberação Homossexual, uma entidade LGBT chilena, já disseram que a homofobia é parte do futebol nacional e pediram campanhas educativas e de sensibilização.
Da Rádio França Internacional

Homem abre fogo contra mesquita na Suíça e fere 3

Ataque ocorreu em mesquita da cidade de Zurique


Um homem abriu fogo nesta segunda-feira (19) contra uma mesquita de Zurique, na Suíça, deixando ao menos três pessoas feridas, de acordo com a polícia local. As vítimas têm 30, 35 e 56 anos de idade e duas delas apresentam condições graves de saúde.
A polícia também encontrou um corpo a poucos metros da mesquita, mas a agência de notícias local ATS não soube informar se há relação com o tiroteio. O corpo foi achado embaixo de uma ponte durante as operações de busca pelo atirador da mesquita, a cerca de 350 metros do atentado.
"No momento, não está claro que o corpo é de um indivíduo ou do próprio atirador", disseram fontes locais. Também não há informações sobre as motivações do ataque e nenhum grupo assumiu a autoria dos disparos.
A Suíça não tem histórico de terrorismo nem de ligações com operações militares de grande porte. Mas, em 2009, o país gerou polêmica ao aprovar em referendo a proibição da construção de minaretes (pequenas torres de mesquita onde se anuncia o horário das orações aos muçulmanos). 

Defesa de Cunha denuncia 'desumana violência psíquica' na Lava Jato

A defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) afirma em petição protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) que o ex-presidente da Câmara sofre "pressão" e "desumana violência psíquica" para firmar um acordo de delação premiada na Operação Lava Jato.
A petição solicitava a suspensão da transferência de Cunha da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba (PR) para o Complexo Médico Penal do Paraná, realizada nesta segunda-feira (19) por determinação do juiz Sérgio Moro. O pedido dos advogados foi distribuído no mesmo dia ao ministro Teori Zavascki.
Cunha foi transferido da Superintendência da PF de Curitiba para o Complexo Médico Penal do Paraná
Cunha foi transferido da Superintendência da PF de Curitiba para o Complexo Médico Penal do Paraná

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

ANTT autoriza aumento de pedágio em rodovias federais

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou na última sexta-feira (16) o aumento das tarifas de pedágio das rodovias BR-381, que liga Minas Gerais a São Paulo (Fernão Dias), e BR-116, que liga São Paulo ao Paraná (Régis Bittencourt). A agência defende que as revisões nos preços buscam manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos firmados entre a ANTT e as concessionárias.
Na Fernão Dias, rodovia administrada pela Autopista Fernão Dias, o aumento começa a valer nesta segunda-feira (19). Para a categoria 1 (automóvel, caminhonete e furgão), a tarifa passou de R$ 1,80 para R$ 2,10 em todas as praças. 
Agência defende que as revisões buscam manter o equilíbrio dos contratos
Agência defende que as revisões buscam manter o equilíbrio dos contratos

Governo soube de delação da Odebrecht antes de divulgação na imprensa

O presidente Michel Temer e a cúpula de seu governo tiveram conhecimento do teor da delação de Claudio Mello Filho, ex-diretor da Odebrecht, antes mesmo que a informação chegasse à imprensa, que noticiou envolvimento do primeiro escalão do Palácio do Planalto que atingia, inclusive, o chefe do Executivo. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo desta segunda-feira (19).
De acordo com a colunista, Temer soube dias antes da divulgação sobre a citação de seu próprio nome na delação e do envolvimento de alguns de seus auxiliares diretos, dentre eles José Yunes, o então Assessor Especial da Presidência da República, que pediu demissão no dia 14. No depoimento, o ex-executivo da Odebrecht relata repasse de R$ 10 milhões para Temer e para o PMDB tendo Yunes como mediador direto.
Em tese, o conteúdo de delações é sigiloso e deveria ser de conhecimento apenas do Ministério Público Federal (MPF), dos delatores autores dos depoimentos e de seus advogados.
Conteúdo de delação circulou nos corredores do Palácio do Planalto dias antes de chegar à imprensa
Conteúdo de delação circulou nos corredores do Palácio do Planalto dias antes de chegar à imprensa

Ministro do STF diz que vai trabalhar no recesso para analisar delações

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki disse nesta segunda-feira (19) que vai trabalhar durante o recesso da Corte para analisar os 77 depoimentos de delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht que chegaram nesta manhã ao tribunal. As férias dos ministros começam nesta segunda-feira, e os trabalhos serão retomados na primeira semana de fevereiro.
"Vamos trabalhar. Nós vamos seguir, não examinei o material, mas vamos seguir o que a lei manda. Em face dessa excepcionalidade, nós vamos trabalhar", disse o ministro, após a última sessão deste ano, realizada nesta manhã.
O ministro disse que ele, seus juízes auxiliares e os servidores do gabinete vão trabalhar durante o recesso para fazer a análise das delações para que o material possa estar pronto para ser homologado em fevereiro, na volta do recesso. Sobre as críticas recorrentes de demora da Corte em analisar processos penais, Teori disse que "seu trabalho está em dia".
"Não examinei o material, mas vamos seguir o que a lei manda", diz o ministro Teori Zavascki
"Não examinei o material, mas vamos seguir o que a lei manda", diz o ministro Teori Zavascki

Mercado financeiro projeta inflação dentro da meta em 2016, diz BC

O mercado financeiro passou a projetar inflação dentro da meta este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 6,52% para 6,49%. A meta de inflação é 4,50% e limite superior de 6,50%.
A estimativa para o índice caiu pela sexta vez seguida, segundo o Boletim Focus, feito com base em pesquisa do Banco Central a instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos. Para 2017, estimativa para o IPCA segue em 4,90%. A meta de inflação para o próximo ano é 4,5%, com teto em 6%.
Diante da recessão econômica e da melhora na inflação, o BC tem sinalizado que pode intensificar o corte da taxa básica de juros, a Selic. Nas suas duas últimas decisões, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC cortou a Selic em 0,25 ponto percentual. Atualmente, a taxa está em 13,75% ao ano.
Para as instituições financeiras, a Selic encerrará 2017 em 10,50% ao ano. A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação. 
Para o ano que vem, a estimativa para o IPCA segue em 4,90%
Para o ano que vem, a estimativa para o IPCA segue em 4,90%

Ipea diz que jovens entre 14 e 24 anos são os mais atingidos pelo desemprego

Jovens entre 14 e 24 anos são os mais atingidos pelo desemprego, segundo texto da Carta de Conjuntura nº 33, divulgada nesta segunda-feira (19), em Brasília, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Enquanto a taxa total de desemprego alcançou 11,8% no terceiro trimestre deste ano, entre os jovens dessa faixa etária chegou a 27,7%. O desemprego também afeta mais os trabalhadores com ensino médio incompleto, com taxa de 21,4%.
O Ipea diz que, até meados de 2016, o aumento do desemprego, apesar de ter sido substancial, foi atenuado devido ao fato de que muitas pessoas que perderam emprego terem se tornado trabalhadoras por conta própria. Contudo, a tendência se reverteu no terceiro trimestre de 2016, quando houve queda dos ocupados por conta própria, acrescentou o Ipea.
Desemprego entre jovens que têm entre 14 e 24 anos atingiu 27,7%
Desemprego entre jovens que têm entre 14 e 24 anos atingiu 27,7%
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...